Para que Serve e Como tomar o óleo de cártamo?

Essas são as maiores dúvidas que apareceram depois do estrondoso sucesso desse óleo, que muitos chamam de "milagroso".

Para que Serve?


É bom lembrar que o óleo de cártamo não é um emagrecedor e, também, não é um suplemento alimentar. Como todo óleo comestível, ele é um alimento. Inclusive, é aprovado pela ANVISA. Portando, pode ser usado diariamente.



O óleo de cártamo é vendido de duas formas: cápsulas e líquido.

Normalmente, a indicação de consumo é: 2 cápsulas ao dia, 1 antes de cada refeição ou utilizado em saladas, em substituição ao azeite ou óleo comum.

O ideal é não usar para fritar ou cozinhar para que o óleo não perca as propriedades naturais. O aumento de temperatura sempre altera as características de qualquer óleo. Por isso, as frituras não são indicadas às pessoas que querem uma vida mais saudável.

Quais os benefícios do óleo de cártamo?




para que serve o oleo de cartamo - como tomar oleo de cartamo
É rico em ômega 6 e ômega 9, dois ácidos importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares, pois entram na composição do colesterol bom, o HDL.



Contém grande quantidade de vitamina E. Essa vitamina é um potente anti-inflamatório que previne a formação de radicais livres, responsáveis pelo aparecimento de alguns cânceres, aterosclerose e envelhecimento celular.



Reduz a gordura corporal, pois o óleo do cártamo age inibindo as enzimas lipogênicas (LPL), que são responsáveis por estocar a gordura, estimulando a ação das enzimas lipolíticas, que queimam a gordura.



Aumento do metabolismo, redução do peso corporal, ganho de massa muscular, prevenção e tratamento de diabetes mellitus tipo 2, diminuição das concentrações de colesterol LDL e glicose no sangue, inibição de células cancerosas etc.

Como tomar o Óleo de Cártamo?

De acordo com especialistas, a quantidade recomendada para ingestão do óleo de cártamo é de duas colheres de chá, em momentos diferentes do dia, por exemplo: café da manhã e jantar. 

No caso das cápsulas, deve-se seguir a recomendação sugerida no rótulo. Normalmente é de 2 cápsulas ao dia, antes das refeições. 

Uma observação: As pessoas que costumam jantar muito tarde e ir dormir logo depois, não devem tomar o óleo de cártamo à noite, pois ele é um termogênico, que aumenta a temperatura do corpo.




Agora, não adianta incluir apenas um elemento saudável, na dieta diária, sem a adoção de bons hábitos alimentares, acompanhados de exercícios físicos leves.

Óleo de Cártamo é Aprovado pela Anvisa


O Óleo de Cártamo é um produto aprovado pela Anvisa desde 2009.

Ao contrário do que muita gente pensa, o Óleo de Cártamo é um óleo vegetal com registro obrigatório na Anvisa e é classificado como: "Novos Alimentos ou Ingredientes". 


"Essa categoria abrange alimentos sem tradição de consumo no país, alimentos contendo substâncias já consumidas e que entretanto venham a ser adicionadas ou utilizadas em níveis muito superiores aos atualmente observados nos alimentos que compõem uma dieta regular e alimentos apresentados nas formas de cápsulas, comprimidos, tabletes e outros similares".


Convém esclarecer que a substância proibida, pela Anvisa, para comercialização no país é o "Ácido Linoleico Conjugado"  (CLA) por não haver comprovação de segurança de uso e eficácia, desde 2007.


O Óleo de Cártamo não contém CLA em sua composição, mas é rico em Ômega 6 (ácido linoleico), que é utilizado para a produção sintética do CLA.

O Óleo de Cártamo é aprovado pela Anvisa e consta na tabela de: "Novos alimentos aprovados nas formas de cápsulas, comprimidos e tabletes".

Portanto, pode ficar tranquilo quanto ao uso do Óleo de Cártamo, pois ele é um produto aprovado, sem contra indicação.



Óleo de Cártamo Emagrece

O Óleo de Cártamo emagrece e é o mais novo aliado para você que quer perder peso e, principalmente, aquela barriguinha incômoda.

Várias pesquisas comprovam que o Óleo de Cártamo contém substâncias que favorecem a perda de peso, diminuindo, inclusive a gordura abdominal.

Em conjunto com uma alimentação equilibrada e a prática regular de exercícios físicos leves, o Óleo de Cártamo ajuda na eliminação da gordura, sem efeitos colaterais, pois é um produto natural, desde que não seja consumido em quantidade excessivas.

Muitas pessoas tentam emagrecer utilizando dietas radicais, que "proíbem" o consumo de certos alimentos essenciais ao bom funcionamento do organismo e acabam ficando debilitadas. 

Depois de se dar conta do prejuízo causado por essas dietas, voltam a se alimentar de maneira exagerada para compensar (quem não gosta de comer bem, não é mesmo?) e voltam ou ultrapassam o peso anterior à dieta, causando mais prejuízos à saúde.

Todos sabemos que a obesidade provoca diversos males à saúde como: 
  • Diabetes
  • Lesões de ossos e articulações
  • Hipertensão arterial sistêmica
  • Artrite degenerativa
  • Apnéia do sono
  • Colecistite calculosa
  • Varizes e úlceras varicosas
  • Hemorróidas
  • Dispnéia e cansaço
  • Ronco
  • Angina e infarto
  • AVC (Acidente Vascular Cerebral)
  • Câncer de ovário, mama, útero, próstata, vesícula biliar e cólon.

Por isso é necessário nos mantermos dentro do peso ideal.

Para emagrecer com saúde não é preciso recorrer a remédios sintéticos que causam mais danos do que benefícios à saúde.

Existem vários produtos naturais com  propriedades emagrecedores, que não fazem mal à saúde, mas são desconhecidos por muitos e o Óleo de Cártamo é um dos melhores.


Veja o que diz uma farmacêutica sobre o óleo de cártamo.







Óleo de Cártamo emagrece, mas sozinho não faz milagres, então se você quer emagrecer de maneira saudável, não deve esquecer que uma alimentação equilibrada deve fazer parte do cardápio diário.

Além de uma alimentação equilibrada, a prática de exercícios físicos regulares, ajuda a manter a resistência física e o bom funcionamento orgânico. 


Além do Óleo de Cártamo, conheça aqui uma grande variedade de produtos que proporcionam saúde e bem estar de forma natural.